o circuito económico

A actividade económica é o conjunto de tarefas realizadas pelos
homens com vista a assegurar a sua sobrevivência – produção, distribuição,
repartição, acumulação e consumo.
Quando se analisa a actividade económica interessa considerar o
comportamento do conjunto de agentes que intervêm no processo
produtivo, para termos uma visão global da realidade económica. Agente
económico é todo o indivíduo que desempenha pelo menos uma função na
actividade económica. Existem duas espécies de agentes económicos, os
micro-sujeitos, unidades individuais de produção (empresa) ou de
consumo (individuo/família), e os macro-sujeitos que agregam todas as
unidades individuais que exercem a mesma função, no âmbito da
actividade económica. Nesta situação, quando falamos, por exemplo, em
Famílias ou em Empresas, queremos referir o conjunto de todas as famílias
e de todas as empresas de determinado país ou região.
À Economia interessa o comportamento dos macro-sujeitos. Os
agentes económicos são as Famílias, cuja principal função na actividade
económica é de consumir, as Empresas cuja função principal é a produção
de bens e serviços não financeiros, as Instituições Financeiras que
prestam serviços financeiros, como o financiamento aos que pretendem
produzir, adquirir algo e não o conseguem suportar por si, onde
depositamos as nossas poupanças, a Administração Pública (Estado), que
garante a satisfação das necessidades colectivas da população e o Resto do
Mundo (Exterior) com os quais trocamos bens, serviços e capitais, pois
nenhum país sobrevive sozinho, estabelecendo-se relações com os restantes
países.
No decorrer da actividade económica as unidades que nela intervêm
estabelecem relações económicas entre si. Por exemplo, as unidades de
produção (Empresas) vendem os seus bens e serviços às unidades de
consumo (Famílias).
Estes movimentos que se estabelecem entre as unidades económicas
designam-se por fluxos. Consoante dizem respeito às trocas de bens e
serviços – fluxos reais, ou às trocas de moeda – fluxos monetários.
Podemos representar graficamente os fluxos que se estabelecem entre as
diferentes unidades económicas. Esta representação designa-se por circuito
económico.
O circuito económico é, então, constituído pelas unidades
económicas e pelos respectivos fluxos (reais ou monetários) que se
estabelecem entre elas, como podemos observar a seguir:

fluxos

Assim, neste circuito simplificado, as famílias, cuja função principal
é o consumo, recebem salários, juros, rendas e lucros (fluxo monetário)
em troca da utilização de factores produtivos (fluxos reais). Estes
rendimentos vão ser empregues na obtenção de bens e serviços produzidos
pelo sector produtivo (fluxo real), isto é, realizando despesas de consumo
(fluxo monetário).

About these ads

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: